Boletim de férias

Fala galera!
Tudo certo?

Lógico que tá certo... Tá todo mundo de férias, né? Mas confessem, a gente têm muita saudade da UFSC quando não tá nela. Claro, mais do RU e das festinhas, mas até aquele professor chato que manda você fazer um paper a cada hora faz falta às vezes, pois faltam motivos nas férias pra mandar alguém tomar naquele lugar com bastante gosto.

Voltei aqui durantes as férias porque tive uma crise de existencialismo quanto ao blog - provavelmente devido a pilha de coisas acadêmicas para fazer - e deixei alguns assuntos de lado. Mas, pra falar a verdade, a UFSC anda meio chata, paradona, desde a metade do semestre passado, concordam? Porem sempre tem algumas coisinhas pra contar.

Lembram daqueles caras que tinham invadido o DCE pelo simples fato de... do que mesmo? Ah, lembrei, claro! Era porque eles sdiscordavam da política adotada pelo grupo que ocupou a reitoria e saiu com uma conquista, ao seu ver, pífia queriam fumar maconha mais sossegados. Bom, acabaram sendo retirados em uma operação cinematográfica da Polícia Federal.


Image and video hosting by TinyPic


Enquanto isso, o fogo pegava bonito nas eleições pra reitoria. Teve gente crente que tudo se resolveria no primeiro turno, buuut no. Aí o 2º turno foi uma pauleira entre Paraná e Vera versus Roselane e Lúcia.


Image and video hosting by TinyPic




Image and video hosting by TinyPic


Agora nos resta saber como serão as eleições do DCE. Quem será que a Rô (íntimos) vai apoiar? Ou vai mandar todo mundo praquele lugar? Ou vai apoiar os dois lados como o Tom Zé? "Vejemos".

Depois disso tivemos uma notícia bem desagradável. Após vários rolos, denúncias de ameaça à integridade física, reclamações da vizinhança e a crise na Europa, o diretor do CSE, Prof. Ricardo, resolveu suspender a liberação para Happy Hours no local. Ele teria recebido algumas ameaças sérias em forma de ofícios que caíram em seu colo e então resolveu retirar seu orifício corrugado da reta.

Assim, chego a uma conclusão: tive sorte quando era calouro. Quando cheguei na UFSC. Tive Happy Hours liberados com cerveja barata, os RUs estava aberto e nem tinha muita fila, tinha dois xerox no CSE e ainda por cima o Pida estava em seu auge. Hoje em dia ser calouro é um desafio, pois nunca se sabe o que mais a UFSC vai perder do seu melhor.

Quem sabe a Roselane mude isso, né? Se não mudar podia pelo menos dar uma recauchutada, porque né... Se bem que agora ela tá virando celebridade, aparecendo em tudo que é TV, revista, jornal e novela das 8. Até participou de um amigo secreto no Diário Catarinense.


Alguém sabe quem ela pegou?


Bom, enquanto a posse dela não chega, a gente ainda está sob as mãos do Tio Pratinhas. O que será que seus últimos dias nos reservam? OREMOS. 

2 comentários:

  1. puxa!!!!! Tava tão feliz por ter passado no vestiba, agora estou triste por ser caloura =/

    ResponderExcluir
  2. Ela tirou o Nildo Ouriques!

    ResponderExcluir