Anexo's Memories

Como estamos em clima de despedida do Anexo do CSE, nada melhor do que relembrar alguns bons momentos...












A festa final já está marcada. =)


HUFSCUS CENSUS - Ajude a escolher a sua caneca!

O tema da Recepção Integrada 2012.1 já está decidido. Um tema bem legal, diga-se de passagem, que envolve memes da internet - mas isso ainda é segredo.

Maaaaas a organização tá com um dilema gigantesco: Quais memes devem estampar as canecas dessa Recepção?

Assim os cursos, em parceria com o HUFSC, decidiram perguntar para você quais ficariam mais legais.

Conheça ou relembre os memes abaixo e vote na enquete lá no final até sábado, dia 28 . As 5 alternativas mais votadas serão as imagens que aparecerão nas canecas da Recepção Integrada 2012.1!


Image and video hosting by TinyPic





O resultado sai nesse domingo! Até lá!


Adeus, anexo!

Um dia tradicional para os que chegam ao CSE ou CCJ é encontrar seus amigos no Assim & Assado, ou então ficar de boa em algum Centro Acadêmico, ou até mesmo ver que novo tipo de lixo foi cuidadosamente depositado no jardim de inverno de lá. Bom, pelo menos essa foi a rotina até o semestre passado.

Após anos de promessas, que até foram desacreditadas, nesta semana o Anexo I será finalmente demolido. Com ele, várias das coisas que costumávamos fazer lá também; várias das mais alegres memórias que tivemos a sorte de viver. Como não posso falar em nome de todos, vou tentar resgatar algumas das memórias que tenho desse lugar sagrado.

Foi no anexo onde conheci a UFSC de verdade pela primeira vez. Foi logo após a minha matrícula, onde uma veterana foi me buscar no pátio da frente para o churrasco do curso que estava rolando lá dentro.

Foi no anexo que aprendi o que era Centro Acadêmico e comecei a me interessar pelo assunto.

Foi no anexo onde passei a conhecer várias pessoas que conheço hoje, nos quase três anos de Centro Acadêmico que tive.

Aliás, foi lá onde passei a respirar CAAD e, porque não, CACiC, CAXIF, CALE, CALISS e CARI.

Falando em CARI, foi lá que fiz campanha para que ele tivesse sua sede no xerox, e vice-versa.

Sim, o anexo já teve um xerox e fiz muitas cópias lá.

Foi no anexo que preparei muitas festas, entre churrasco de matrícula, Happy Hours, sessões de filme, barzinhos e até aniversários.

Foi lá onde bebi muitos dos meu porres, fosse na Quinta Quente do CACiC, ou na Sexta Louca do CARI. Ou às vezes depois de uma faxina no CAAD, ou uma reunião, ou porque havia sobrado cerveja demais em alguma festa.

Aliás, não havia muito pretexto pra se beber no anexo.

Lá eu fui assaltado, xingado e abraçado algumas vezes. Também foi onde nasceu esse blog.

Lá ouvi reclamações de várias pessoas, alguns segredo, e várias reclamações e segredos foram revelados também.

Foi no anexo onde joguei a história do CALE fora.

Foi no anexo que fiz minha primeira faxina com a camiseta verde.

Foi no anexo onde criamos o pagode metal.

Foi no anexo onde subimos no telhado mais de uma vez sem motivo algum.

Foi no anexo que aprendi o que é amizade.

O anexo foi lar de várias brigas e discussões; de várias reuniões sem fim, do nascimento de vários irmãos, do surgimento de várias ressacas. Lar de encontros e desencontros, de piadas e gargalhadas sem fim, de ratos e baratas, de entulhos e tesouros.

O anexo foi meu lar, literalmente, pelo menos por um mês.

Por fim, o anexo se vai.




Quando tiver passado vários e vários anos, as pessoas irão me perguntar sobre a universidade. Terei várias coisas para contar, mas a primeira imagem que virá à minha mente será a grade de ferro de cadeado falso e a velha porta vermelha se abrindo, mostrando um corredor cheio de oportunidades e histórias. Então eu entrarei em cada porta, cumprimentarei cada gestão que vi passar, cada pessoa que ali estiver e, quem sabe, chamar pra fazer alguma coisa mais tarde, ali mesmo, no anexo.

Somente quem viveu e conviveu no anexo sabe o que ele representa e o quanto fará falta. Mas pelo menos podemos nos considerar pessoas de sorte; pouquíssimas pessoas tiveram um refúgio tão nosso como o Anexo I do CSE, ou o já saudoso Anexo do C6.


Image and video hosting by TinyPic
Para ver os detalhes, clique aqui.


Boletim de férias

Fala galera!
Tudo certo?

Lógico que tá certo... Tá todo mundo de férias, né? Mas confessem, a gente têm muita saudade da UFSC quando não tá nela. Claro, mais do RU e das festinhas, mas até aquele professor chato que manda você fazer um paper a cada hora faz falta às vezes, pois faltam motivos nas férias pra mandar alguém tomar naquele lugar com bastante gosto.

Voltei aqui durantes as férias porque tive uma crise de existencialismo quanto ao blog - provavelmente devido a pilha de coisas acadêmicas para fazer - e deixei alguns assuntos de lado. Mas, pra falar a verdade, a UFSC anda meio chata, paradona, desde a metade do semestre passado, concordam? Porem sempre tem algumas coisinhas pra contar.

Lembram daqueles caras que tinham invadido o DCE pelo simples fato de... do que mesmo? Ah, lembrei, claro! Era porque eles sdiscordavam da política adotada pelo grupo que ocupou a reitoria e saiu com uma conquista, ao seu ver, pífia queriam fumar maconha mais sossegados. Bom, acabaram sendo retirados em uma operação cinematográfica da Polícia Federal.


Image and video hosting by TinyPic


Enquanto isso, o fogo pegava bonito nas eleições pra reitoria. Teve gente crente que tudo se resolveria no primeiro turno, buuut no. Aí o 2º turno foi uma pauleira entre Paraná e Vera versus Roselane e Lúcia.


Image and video hosting by TinyPic




Image and video hosting by TinyPic


Agora nos resta saber como serão as eleições do DCE. Quem será que a Rô (íntimos) vai apoiar? Ou vai mandar todo mundo praquele lugar? Ou vai apoiar os dois lados como o Tom Zé? "Vejemos".

Depois disso tivemos uma notícia bem desagradável. Após vários rolos, denúncias de ameaça à integridade física, reclamações da vizinhança e a crise na Europa, o diretor do CSE, Prof. Ricardo, resolveu suspender a liberação para Happy Hours no local. Ele teria recebido algumas ameaças sérias em forma de ofícios que caíram em seu colo e então resolveu retirar seu orifício corrugado da reta.

Assim, chego a uma conclusão: tive sorte quando era calouro. Quando cheguei na UFSC. Tive Happy Hours liberados com cerveja barata, os RUs estava aberto e nem tinha muita fila, tinha dois xerox no CSE e ainda por cima o Pida estava em seu auge. Hoje em dia ser calouro é um desafio, pois nunca se sabe o que mais a UFSC vai perder do seu melhor.

Quem sabe a Roselane mude isso, né? Se não mudar podia pelo menos dar uma recauchutada, porque né... Se bem que agora ela tá virando celebridade, aparecendo em tudo que é TV, revista, jornal e novela das 8. Até participou de um amigo secreto no Diário Catarinense.


Alguém sabe quem ela pegou?


Bom, enquanto a posse dela não chega, a gente ainda está sob as mãos do Tio Pratinhas. O que será que seus últimos dias nos reservam? OREMOS.