Revolta no DCE

Esse pessoal de LUTA anda com os nervos à flor da pele. Mas se engana quem pensa que é algo sobre a taxa de FI ou o aumento da tarifa do ônibus... Vejam só o e-mail que circula a lista do DCE:

"Ao(à) filho(a) de uma puta que:

  • desconsiderou a importância que para as culturas sulinas têm o consumo da ancestral bebida guarani conhecida como chimarrão, mate amargo, ou simplesmente mate;

  • desconsiderou que se trata de uma bebida que causa um certo grau de dependência e que, portanto, a ausência da ingestão do princípio ativo mateína deixa a pessoa extremamente ansiosa e irritada;

  • desconsiderou que mais do que um alimento rico em vitaminas e minerais, o mate alimenta a alma daqueles que tranquilamente sentam em roda para desfrutar seu sabor e a amizade de seus companheiros;

  • desconsiderou que uma cuia de mate não é um simples objeto no qual se misturam a erva e a água quente, mas que carrega a história dos momentos vividos pelo seu dono e pelas pessoas que dele fizeram uso. A cuia tem uma valor eminentemente sentimental, em seu sentido mais profundo.

FAVOR DEVOLVER IMEDIATAMENTE, HOJE, AGORA, NESTE SEGUNDO, MEU MATE E MINHA GARRAFA TÉRMICA, SABENDO QUE NUNCA MAIS DELES FARÁ USO!

Irritadamente,

--
*** censurado ***


Toda essa revolta por causa de uma cuia? Hummmmmm, tem que ver isso ae...

7 comentários:

  1. O (quase sempre) cômico blogger fala como se uma piada fosse reflexo reflexo total e real das prioridades de revolta de uma gestão de DCE.
    Tais perdendo seu senso de humor hein...

    ResponderExcluir
  2. Pra variar, tendencioso. Sempre querendo queimar o DCE.

    ResponderExcluir
  3. A pessoa que está de posse da cuia tá ajudando o gaúcho, doravante chamado de dependente, ao abstê-lo da droga que ele admite ser dependente.

    A pessoa de bom coração, não devolva a cuia, devemos ajudar nossos irmãos a vencer suas dificuldades.

    Ao dependente: procure ajuda. Você já admite estar viciado, então livre-se deste fardo!

    ResponderExcluir
  4. oauhouahouahouahoauhoauhao fora haole [2]

    ResponderExcluir