Lendas Ufsquianas: Jaime do NPD

"Jaime, favor divulgar..."


Quem nunca recebeu algum email dos Informes da UFSC com essa frase (ou algo parecido)? Jaime, segundo dizem, é o grande responsável por todos os emails encaminhados para os graduandos da universidade. Ele é motivo de grande admiração entre os estudantes do CTC pela sua incrível habilidade de leitura dinâmica dos emails encaminhados e a quantidade de mensagens enviadas por dia, e por isso é conhecido como "o Spam man" ou "o Deus da divulgação". Sim, Deus, pois detém a maior lista de emails da comunidade universitária e é o administrador da caixa de e-mail mais movimentada da Universidade. Mas, alguém aí conhece o tal Jaime?

Para a maioria, Jaime é imortal e colaborou para a criação do correio eletrônico. Reza a lenda que o nome e-mail é uma alusão ao nome de seu principal fundador, utilizando as mesmas letras.

Por um erro de um estagiário, trocaram o "J" pelo "L". JAMENTÁVEL.


Há alguns anos as gincanas de calouros de alguns cursos incluem como tarefa uma foto com ele, mas nunca soube de alguém que tenha conseguido. Poucos afirmaram terem visto ele próximo ao Núcleo de Processamento de Dados (NPD), de relance, porém nunca receberam um "oi" sequer. Esse anonimato todo é muito estranho pois, se ele realmente quisesse passar despercebido pela UFSC, não deixaria seu nome no topo dos emails encaminhados. Aliás, isso tem mudado.

Dizem que numa noite de lua cheia do fim do ano passado a cúpula do NPD se reuniu. Entre alguns pontos de pauta, como a diminuição da velocidade da internet wireless para poder terminar o download da saga Crepúsculo e os episódios de Lost para a reitoria, discutiram a indesejável popularidade de Jaime e seus emails encaminhados. Após vários argumentos e propostas acabaram decidindo pela exclusão de seu nome em todos os emails que lá chegam. Ou seja, o que antes era encaminhado com a célebre "Jaime, favor divulgar" a partir de então seria enviado como um simples e direto "Favor divulgar". Jaime teria levantando a voz e rejeitado a decisão quando o Grande Servidor proibiu o uso do seu antigo email (jaime@npd.ufsc.br), substituindo-o pelo divulga@npd.ufsc.br. Desde então dizem que Jaime nem responde mais as dúvidas encaminhadas à sua própria conta.

Já alguns acreditam que ele não é da fato um ser humano, e sim um BOOT do NPD. Basta dar o comando "Jaime, favor divulgar" que todos os emails eram automaticamente encaminhados, sem qualquer edição. Contudo outros acreditam sim na sua existência e até ousam dizer que ele é um senhor extremamente ávido em seus julgamentos. Seria ele quem decide quais estudantes devem receber ou não os emails da UFSC. Muitos acadêmicos já tentaram resolver várias vezes os problemas que têm em recebê-los, todavia em vão. Sem o aval de Jaime, nada muda.


Suposta foto de Jaime em sua mesa no NPD.


Mas esse cara não está somente no mundo virtual. Certa vez, numa eleição da reitoria, o Jaime foi a terceira opção de vários alunos, que apoiavam inclusive a sua candidatura (que nem existiu). E a ideia de Jaime como reitor era válida: Antes da decisão da cúpula do NPD, ele encaminhava qualquer e-mail que o enviassem, de aviso sobre realização de um congresso internacional a Happy Hours. E justamente por isso era considerado o mais democrático ente da UFSC.

Jaime bonzinho? Que nada! Essa democracia toda não é bem vista por alguns. Alunos do CFH, famosos por suas teorias da conspiração maçônica da Universidade, acreditam que Jaime na verdade é um grande espião. Ele monitora os recebimentos e envios de todos os emails do Grande Servidor e repassa as informações ao reitor. É por isso que ficamos sabendo pouca coisa deles, e eles sobre nós, pois os emails do Jaime vão direto pra seus lixos eletrônicos.

Essa lenda da universidade virou até gíria, e a famosa frase virou bordão. Quando se quer que alguém dê um aviso para a sala, pessoalmente ou por e-mail, alguns somente replicam “Jaime, favor divulgar”. Algumas vezes, durante a chamada, é comum ele ser citado:

- Ricardo?
- Presente!
- Robson?
- Eu!
- Ruan?
- ...
- Ruan?
- Ah, professor, esse aí é Jaime! Todo mundo sabe o nome, mas ninguém nunca viu!

No Google, Jaime se torna ainda mais misterioso. Nada de fotos, de artigos, de qualquer pista que seja. Sem documentos, sem lista de aprovação, nada. Apenas email, email email... Jaime aparentemente não tem Twitter, muito menos Facebook ou blog. Pode-se encontrar dois perfis no orkut, porém aparentemente fakes.


Mas afinal, o Jaime do NPD existe?

Essa Lenda Ufsquiana existe sim!

Seu nome completo é Jaime Steckert, e ele é Analista de Sistemas do Núcleo de Processamento de Dados da UFSC. Seu ramal direto é o 7521 e seu registro é 57295. Pela matrícula 1157603 foi aprovado no concurso público para UFSC e enquadrado como servidor através do Processo Nº 23080.007318/2005-97 divulgado na Seção 2 do Diário Oficial da União (DOU) de 25/04/2005.

Se quiser fazer uma visita ao nosso ilustre pombo-correio, vá até a Servidão Manoel Barcelos, nº 76, no bairro Saco Grande. Mas manolo, liga antes pra ver se ele tá em casa, né! (48) 3238-5971.

Ah, mas se for, tira uma foto e manda pra gente!

3 comentários:

  1. Totalmente errada a foto. Ele é magro, alto, calvo e sem barba.

    ResponderExcluir
  2. E não usa óculos.

    ResponderExcluir
  3. A foto é obviamente ilustrativa. Eu mereço, meu Deus... ¬¬ (como se eu não conhecesse o Jaime)

    ResponderExcluir