Cervejada da Saúde, Ironman e Eleições CALISS

Enquanto o crime do Pato Branco não é esclarecido oficialmente, muitas coisas foram acontecendo na UFSC. Inclusive, ainda falando nisso, a administração do campus resolveu, por medida de segurança, retirar os patos que restavam (durante as investigações mais um filhote foi morto). No lugar colocarão tartarugas e peixes. Esperamos que agora os crimes parem.


Ocorreu a 1ª Cervejada da Saúde (e que saúde!) organizada pelo CCS. Na verdade eu acho que essa história de cervejada da saúde é um paradoxo, mas tudo bem. O gênero do público era quase o oposto do CTC. Quase, pois as anãs lésbicas eram as mesmas. Falando nelas, dia desses uma me pediu um cigarro. Foi a interação mais próxima a uma que tive até hoje. Fiquei bem feliz.

Rolou também o Ironman da República Nova Fornão. O objetivo era bem simples: um casal deveria matar 24 garrafas (traduzindo, um engradado) no menor tempo possível. Havia três casais competindo: um da Econômia, um da ADM (loooooooocooooo - agora não, Kretzer!) e da Cênicas [?]. Quando cheguei o casal da Econômia estava terminando a última garrafa, o da ADM estava na metade e o da Cênicas... Bem, o da Cênicas estava dando um tempo.



Mas não foram somente eles que pediram arrego. Muita gente ficou bem bêbada e deu aqueles vexames clássicos, como cair e vomitar. Acabou a bebida, acabou a festa, e muitos estavam perdidos sem saber pra onde ir. Bom, eu fui pro bar.

Essa semana rolou a votação da nova gestão do Centro Acadêmico Livre de Serviço Social. Todas munidas de suas vassouras propostas, fizeram campanha e tudo o mais. Aconteceu um Happy Hour feito pela Chapa 1 que ninguém dava nada, mas bombou e deixou as meninas apavoradas. Mas acabou dando tudo certo. (Isso era pra ser uma pergunta, na verdade)


No fim das contas, ganhou a chapa 2.

Um comentário: