Assassinato do Pato Branco - Suspeito nº 3

Hoje, após uma série de denúncias e o auxílio da nossa equipe técnica, as investigações sobre o assassinato do pato branco chegam em sua fase final. Várias pessoas ainda se perguntam “quem poderia ter feito uma barbárie dessas?” e nós descobriremos, com certeza.

Interrogamos os três mais suspeitos e divulgaremos aqui, para que o júri popular possa averiguar e tirar suas próprias conclusões. Gostaríamos de salientar que nenhum conteúdo das entrevistas foi alterado. Começaremos com o suspeito nº 3, o Boitatá.



Sábado, 10 de abril de 2010.
Lago do RU

HUFSC - Boitatá, antes de você aparecer pela UFSC nenhum animal tinha sido assassinado. Como você explica isso?
Boitatá - Pelo que sei o Catatau foi assassinado no ENECO e eu nem tinha sido feito.

HUFSC - Hum... verdade. Mas você é a criatura que fica mais perto do lago e tinha os pés constantemente sujos por causa dos patos. Não teria sido uma vingança?
Boitatá – Eu não me importo com isso, porque alguns alunos mijam no meu pé nas festas e dão uma limpada.

HUFSC - Onde você estava no feriado de Páscoa, quando o pato branco foi assassinado?
Boitatá – No mesmo lugar de sempre.

HUFSC - Por quê?
Boitatá – Talvez por eu ser uma estátua, não?

HUFSC - Há como provar o que você fez durante todo esse feriado?
Boitatá – Sim. Há uma câmera instalada em minha cabeça que filma tudo o tempo todo.

HUFSC – Então você pode colaborar com nossa investigação emprestando essa fita?
Boitatá – Quem sabe, mas gostaria de algo em troca.

HUFSC – O que?
Boitatá – Queria que você avisasse Laércio Luiz da Silva, o cara que me fez, que Boitatá significa cobra-de-fogo. Eu pareço uma cobra?

HUFSC – Hum... Na verdade você parece um esqueleto de uma Drag Queen maconheira...
Boitatá – EEEEEEEEEEEPAAAAAAAAAAAAA... Drag não, béo abór, eu sou uma quase Lady Gaga.

HUFSC - Algumas pessoas o viram nos arredores do lago no dia de sua morte. O que você diz disso?
Boitatá – Eu SEMPRE estou aqui, esqueceu?

HUFSC - Nós temos uma foto onde você foi reconhecido na cena do crime. Veja.


O que você tem a dizer sobre isso?
Boitatá – Essa é a montagem mais tosca que eu vi na minha vida.

HUFSC - Você está duvidando da credibilidade da Polícia?
Boitatá – Polícia? Onde?

HUFSC - Você é vegetariano?
Boitatá – Historicamente não, mas ultimamente tenho evitado carboidratos depois das 18 horas.

Sem mais perguntas.


Logo divulgaremos o interrogatório com a suspeita nº 2, Gabi.
Aguardem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário